Tantas respostas de amor para os outros e nenhuma para si própria… A história de uma mulher que tarda em ouvir-se.

LISBOA | CINEMA SÃO JORGE | 12 OUTUBRO | 22H com a presença do realizador Pierre Pinaud
ALMADA | FÓRUM R. CORREIA |13 OUTUBRO | 21H00
FARO | TEATRO MUNICIPAL DE FARO | 19 OUTUBRO | 21H30
PORTO | 25 OUTUBRO | 21H30
COIMBRA | TAGV | 28 OUTUBRO | 21H00

[Está no Ar]

COM: Karin Viard, Nicolas Duvauchelle, Nadia Barentin, Patrick Fierry, Catherine Hosmalin, Jean-Noël Brouté, Dani, François Bureloup, Elise Otzenberger, Adèle Bonduelle, Ariane Pirie | ARGUMENTO: Pierre Pinaud | FOTOGRAFIA: Guillaume Deffontaines | SOM: Lucien Balibar | MÚSICA ORIGINAL: Maïdi Roth
MONTAGEM: Valérie Deseine, Nathalie Hubert | PRODUÇÃO: Estrella Productions, Bonne Pioche Cinéma
ORIGEM: França | DISTRIBUICÃO: Zon Lusomundo | ESTREIA EM PORTUGAL: A estrear

Presença em festivais
Festival de Cinema de Durban (2012)

O filme
Enquanto animadora de um programa de rádio de grande sucesso, Mélina é uma das vozes mais conhecidas de França. No seu fórum nocturno, Mélina ajuda com bom humor e impertinência a resolver os problemas afectivos e sexuais dos seus ouvintes mas na vida real mantém o anonimato e a sua vida é muito mais solitária do que se poderia pensar. Até que aos 40 anos resolve, subtilmente, ir à procura da mãe que nunca conheceu.

O realizador
Pierre Pinaud viu a sua primeira curta-metragem, Gelée précoce (2000), ser premiada em diversos festivais de cinema. No ano seguinte apresentou o documentário domaine interdit, já sobre as questões do anonimato e da imagem. Sucedem-se várias curtas: Fonctions annexes (2002), Submersible (2004) e Les miettes (2008), galardoada com o prémio César para Melhor Curta-Metragem. Esta nova reflexão sobre o direito à imagem, parlez-moi de vous, é a sua primeira longa-metragem.

Nota de intenções do realizador
“O meu objectivo era falar de uma personagem incapaz de amar e que se lança numa busca pelo amor perdido em toda a sua dimensão emocional, sem no entanto cair num pathos dramático ou na complacência. Fui naturalmente levado a fazer com que as coisas importantes deslizassem para a comédia.”

Sobre o filme
“Pierre Pinaud assina uma primeira longa-metragem que tem o charme de uma comédia romântica e a profundidade de uma reflexão sobre a resiliência, esse caminho pejado de escolhos.”
M.J., TéléCinéObs

“Diálogos tensos como cordas sensíveis, situações fortes, ou mesmo extremas, fazem com que este filme seja mais do que simples divertimento.“
Alain Spira, Paris-Match

“Neste seu primeiro filme, Pierre Pinaud faz prova de uma real singularidade na paisagem cinematográfica do hexágono. Nos antípodas da comédia pura e dura e do drama intimista, Parlez-moi de vous privilegia o humor subtil, o pudor e a delicadeza…”
Olivier de Bruyn, Le Point

“(…) Karin Viard, irresistível do primeiro ao último plano, assina uma das suas melhores interpretações recentes. O sucesso deste primeiro filme é também o seu.”
Olivier de Bruyn, Le Point