“A incrível viagem da primeira girafa a conhecer Paris e a aventura do seu pequeno amigo que a quer levar de volta para casa. Um prodígio de animação.”

LISBOA | CINEMA SÃO JORGE SALA 1| 6 OUTUBRO | 11H30
ALMADA | FÓRUM R. CORREIA | 11 OUTUBRO | 15H
FARO | TEATRO MUNICIPAL DE FARO | 20 OUTUBRO | 15H
PORTO | RIVOLI TEATRO MUNICIPAL | 28 OUTUBRO | 15H30
COIMBRA | TAGV | 31 OUTUBRO | 10H30
GUIMARÃES | CINEMA SÃO MAMEDE | 8 NOVEMBRO | 14H30

COM VOZES DE: Simon Abkarian, Thierry Frémont, François-Xavier Demaison, Ronit Elkabetz, Déborah François, Fellag, Vernon Dobtcheff, Roger Dumas, Max Renaudin, Philippe Morier-Genoud, Clara Quilichini | ARGUMENTO: Rémi Bezançon, Alexandre Abela, avec la collaboration de Jean-François Halin et Vanessa Portal | SOM: Bruno Seznec | MÚSICA ORIGINAL: Laurent Perez Del Mar | MONTAGEM: Sophie Reine | PRODUÇÃO: Prima Linea Productions, Pathé Films, France 3 Cinéma, Chaocorp, Scope Pictures | ORIGEM: França, Bélgica | DISTRIBUICÃO: Lusomundo | ESTREIA EM PORTUGAL: A estrear

Presença em festivais
Festival de Cinema de Animação de Annecy (2012)
Festival de Cinema de Berlim, Berlinale (2012)
City of Lights, City of Angels, Los Angeles (2012)

O filme
Um ancião africano conta às crianças que o rodeiam uma antiga história. Livremente inspirado na verdadeira história da girafa oferecida pelo Paxá do Egipto ao Rei de França em 1827, o filme conta a odisseia de Zarafa, uma girafa capturada, e as tentativas de um menino de dez anos, Maki, para levar Zarafa de volta ao Sudão.

Os realizadores
Jean-Christophe Lie foi assistente de animação nos estúdios Walt Disney de Montreuil nos anos 90 e participou em filmes como O corcunda de Notre-Dame, Hercule ou Tarzan. Em 2003 colaborou no grande sucesso que foi Belleville Rendez-Vous, assim como em Kirikou et les bêtes sauvages, entre outros filmes. Em 2011 apresentou a sua primeira curta-metragem, L´Homme à la gordini, que foi premiada em Annecy. A odisseia de Zarafa é a sua estreia na longa-metragem.

Tendo começado por escrever o argumento de Vendues, um filme de 2004 sobre o destino de sete mulheres da Europa de Leste, Rémi Bezançon passou à realização em 2005 apresentando Vie En L’Air. Três anos mais tarde seguiu-se Le Premier Jour Du Reste De Ta Vie, a crónica de momentos muito diferentes da vida de uma mesma família. Regressa em 2010 com Un Heureux événement, filme também apresentado nesta edição da Festa do Cinema Francês, mostrando uma inesperada visão dos meses seguintes ao nascimento de uma bébé. Com Zarafa ganha um enorme sucesso ao apostar no cinema de animação.

Nota de intenções dos realizadores
“Fiquei logo apaixonado. Vi ali uma espécie de road-movie gráfico. A travessia do deserto fez-me pensar em Lawrence da Arábia. Todas as imagens surgiram com clareza. Depois de me ter encontrado com Rémi fiquei tranquilizado pela sua experiência como realizador. E ainda para mais o projecto era original.”

Sobre o filme
“Uma verdadeira maravilha, tanto na forma como no conteúdo. A lenda e a realidade histórica entrelaçam-se subtilmente. Este divertimento também propicia a reflexão.”
Emmanuèle Frois, Le Figaroscope

“Sob um fundo de história iniciática, Zarafa, com os seus planos espectaculares e a sua música orientalizante, inspira-se em Lawrence da Arábia. Um sucesso tanto de argumento como a nível visual.”
Jean-Pierre Lacomme, Le Journal du Dimanche

“Os realizadores enriquecem a sua obra ao trabalharem o ritmo da trama, a finura do traço, o calor das cores e o humor saboroso. Não há nenhuma necessidade de óculos especiais para apreciar o seu charme.”
Ouest France