CONVIDADOS

Leia mais
Antoine Barraud-1.jpg

Antoine Barraud

Autor, realizador e produtor, Antoine Barraud, realizou inúmeras  curtas-metragens entre 2003 e 2012 que percorreram vários festivais nacionais e internacionais. Depois de Les Gouffres (2012), que recebeu uma acolhida calorosa do público, e de Le Dos rouge (2015), o cineasta assina sua terceira longa-metragem, Madeleine Collins (2021), com Virginie Efira, Bruno Salomone e Quim Gutiérrez nos papéis principais.

 

MADELEINE COLLINS

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

SÁBADO, 29 OUT — 21h30

[bilhetes]

Leia mais
Carine May _ Hakim Zouhani.webp

Carine May e Hakim Zouhani

Carine May é realizadora, autora e produtora. Hakim Zouhani é realizador e produtor. Rue des cités é a primeira longa-metragem da dupla, apresentada em ACID,  Cannes em 2011. Desde então, a dupla realizou três curtas-metragens, incluindo Master of the Class (2017), distinguido com uma menção especial do júri nacional em Clermont-Ferrand. A nova longa-metragem deles, O Pátio dos Milagres, foi apresentada no Festival de Cannes no âmbito do Cinema da praia em 2022.
 

O PÁTIO DOS MILAGRES

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

SÁBADO, 5 NOV — 21h30

[bilhetes]

Leia mais
Emma Benestan.png

Emma Benestan

Emma Benestan é diretora, roteirista e montadora. Depois de ter feito a sua formação em edição na École nationale supérieure des métiers de l'image - FEMIS, ela voltou-se para a escrita e, desde 2012, realizou vários curtas-metragens, incluindo Belle gueule (2015), Goût bacon (2016), Un monde sans bêtes (2017) e Prends garde à toi (2019), todos nomeados em diferentes festivais. Frágil, realizado em 2021, é a sua primeira longa-metragem. Muito bem recebida pela crítica, foi selecionada em quase 60 festivais em cerca de trinta países.

 

FRÁGIL

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

DOMINGO, 30 OUT — 20h30

[bilhetes]

Leia mais
François Manceaux.jpg

François Manceaux

O diretor e produtor François Manceaux começou a sua carreira no cinema após ter estudado na École Nationale Louis Lumière. Colaborou com realizadores como Robert Bresson, Marguerite Duras e Patrice Chéreau. Lança-se na realização de documentários com a trilogia Il était une fois 19 acteurs em torno do trabalho de Patrice Chéreau e de Jacques Doillon, e depois com uma série de filmes para ARTE France. Em 2022, o cineasta dirigiu a sua primeira longa-metragem de ficção, Encontro, filmada em Lisboa, Cabo Verde e Bélgica.

 

ENCONTRO

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

QUINTA, 3 NOV — 21h10

[bilhetes]

Leia mais
Louis-Julien Petit © Philippe Quaisse.jpg

Louis-Julien Petit

Louis-Julien Petit é realizador, diplomado pela l’École supérieure de réalisation audiovisuelle (ESRA). A partir de  2004, trabalha por mais de dez anos como assistente de direção. Paralelamente, escreve e dirige várias curtas-metragens premiadas em diversos festivais. Em 2013,  começa a dirigir a sua primeira longa-metragem autofinanciada, Anna et Otto. Desde então, ele dirigiu quatro outros filmes, incluindo A Brigada, lançado em 2022.

 

A BRIGADA

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

QUINTA, 3 NOV — 19h

[bilhetes]

Leia mais
thumbnail_Nuno-Lopes.jpg

Nuno Lopes

O ator Nuno Lopes formou-se na Escola Superior de Cinema e Teatro de Lisboa. Colaborou com vários diretores, como Luís Miguel Cintra e António Pires. No grande ecrã, ganhou quatro Globos de Ouro de melhor ator português. Ele compartilha o cartaz com Blanche Gardin em Toda a Gente Gosta de Jeanne, de Céline Devaux, uma coprodução franco-portuguesa.

 

ABERTURA — TODA A GENTE GOSTA DE JEANNE

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira,  Lisboa

QUARTA, 26 OUT — 21h 

[esgotado]

Leia mais
Régis Roinsard © Philippe Quaisse.jpg

Régis Roinsard

Realizador  e roteirista, Régis Roinsard realizou inicialmente  várias curtas-metragens – Les Petits-salés (1995), Madame Dron (1998), Simon (2001), Belle enfin possible (2005) – todas premiadas em festivais nacionais e internacionais. Sua primeira longa-metragem, Populaire (2012), uma comédia romântica elogiada pela crítica, obteve 5 nomeações para o César em 2013. Seu novo filme, À Espera de Bojangles, realizado em 2022, é uma adaptação do romance homônimo de Olivier Bourdeaut.

 

À ESPERA DE BOJANGLES

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

SÁBADO, 29 OUT — 18h30

[bilhetes]

Leia mais
Sylvain Prudhomme © Francesca Mantovany.jpg

Sylvain Prudhomme

Sylvain Prudhomme é autor de romances e reportagens, vários dos quais enquadram a África contemporânea, país onde cresceu e trabalhou por muitos anos. Seus livros foram traduzidos para uma dezena  de idiomas. Com a realizadora Alice Diop, prepara um novo espectáculo inspirado em L'Afrique fantôme, de Michel Leiris. Ele co-realiza com Philippe Béziat o documentário Mama Djombo Todo Poderoso (2022) sobre o cantor Malan Mané, outrora estrela do lendário grupo guineense Super Mama Djombo.

 

MAMA DJOMBO TODO PODEROSO

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

TERÇA, 1 NOV — 19h

[bilhetes]

Leia mais
Arnaud Desplechin-1 © Philippe Quaisse.jpg

Arnaud Desplechin

Arnaud Desplechin é um cineasta que rapidamente foi reconhecido,  graças a realizações como La Sentinelle (1992), Comment je me suis disputé… (ma vie sexuelle) (1996) ou Trois souvenirs de ma jeunesse (2015), todas premiadas em festivais de prestígio. Ele torna-se o líder de uma nova geração de realizadores. Em 2022, sua nova longa-metragem, Irmão e Irmã, esteve no Festival de Cannes em competição oficial.

 

IRMÃO E IRMÃ

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

SEXTA, 4 NOV — 19h

[bilhetes]

Leia mais
Céline Devaux.jpg

Céline Devaux

Céline Devaux é uma realizadora e ilustradora vinda da Escola Nacional Superior de Artes Decorativas de Paris. Tornou-se conhecida com Le Repas dominical, uma curta-metragem apresentada em competição oficial em Cannes em 2015, bem como, Gros chagrin (2017), obra híbrida que mistura ficção e animação, laureada com o Prémio de melhor curta-metragem na Mostra de Veneza 2017. Toda a Gente Gosta de Jeanne, apresentado na Semana da Crítica no Festival de Cannes, é a sua primeira longa-metragem.

 

ABERTURA — TODA A GENTE GOSTA DE JEANNE

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

QUARTA, 26 OUT — 21h 

[esgotado]

Leia mais
Esther, foto U.Catolica 2018.jpg

Esther Mucznik

Nascida em Lisboa, filha de pais judeus polacos. Viveu em Israel e em Paris onde estudou, respectivamente, língua e cultura hebraica e Sociologia na Sorbonne. Membro da Comunidade Israelita de Lisboa, foi sua vice-presidente de 2002 a 2016. Fundadora em 2009 e presidente da Associação Memória e Ensino do Holocausto – MEMOSHOÁ. Presidente da Associação Hagadá, responsável pela instalação do Tikva Museu Judaico, em preparação. Integra a Comissão Nacional de Liberdade Religiosa. Cronista do Jornal Público. Autora de várias obras publicadas, a última das quais tem por título:  Judeus Portugueses, Uma História de Luz e Sombra (2021).

ADEUS SENHOR HAFFMANN

Cinema São Jorge, Sala 3, Lisboa

DOMINGO, 30 OUT — 17h

[bilhetes]

Leia mais
Leila Slimani _ Francesca Mantovani

Leïla Slimani

Leïla Slimani, escritora e jornalista franco-marroquina, atualmente a viver em Lisboa, tem sua obra traduzida e publicada em português pela Alfaguara Portugal. Entre os seus títulos de maior sucesso, encontram-se os romances, No Jardim do Ogre, Canção Doce (Prémio Goncourt 2016), O País dos Outros e Vejam Como Dançamos. É também autora de histórias curtas, ensaios e banda desenhada. Publicou, em 2017, Simone Veil, mon héroïne, na qual presta homenagem à vida de Simone Veil, às suas lutas e ao seu empenho.

 

SIMONE - A VIAGEM DO SÉCULO + Debate

Cinema São Jorge

SEXTA, 28 OUT — 19h

[bilhetes]

Leia mais
AVT_Micheline-Pelletier_1163.webp

Micheline Pelletier

Aos 25 anos, Micheline Pelletier foi uma das primeiras mulheres a integrar o staff da agência internacional Gamma, prosseguindo depois na Sygma/Corbis, hoje Getty Images. Por onze anos, dedicou-se a fotografar as cientistas galardoadas com os Prémios L'Oréal-UNESCO. A sua prestigiada série de retratos dos vencedores do Prémio Nobel da Paz foi publicada em mais de 27 países. O governo francês concedeu-lhe as distinções de Cavaleira na Ordem da Legião de Honra e Comandante das Artes e das Letras. Ela teve o privilégio de acompanhar e registar Simone Veil ao longo de sua carreira.

 

SIMONE - A VIAGEM DO SÉCULO + Debate

Cinema São Jorge

SEXTA, 28 OUT — 19h

[bilhetes]

Leia mais
Philippe Beziat-2.jpg

Philippe Béziat

Philippe Béziat é realizador, roteirista e diretor de elenco. Ele faz regularmente coabitar o cinema com o teatro, a pintura ou ainda a ópera. Ele assina vários documentários, entre os quais Claudio Monteverdi aux sources de l’opéra e Prévert, paroles inattendues, bem como curtas-metragens. Em 2022, seu filme Les Indes galantes foi nomeado para os Césares na categoria de melhor documentário. No mesmo ano, ele co-executou Mama Djombo Todo Poderoso com o escritor Sylvain Prudhomme.

 

MAMA DJOMBO TODO PODEROSO

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

TERÇA, 1 NOV — 19h

[bilhetes]

Leia mais
WhatsApp Image 2022-10-18 at 13.33.41.jpeg

Sofia Marrecas Ferreira Marion

Sofia Marrecas Ferreira Marion é escritora, coprodutora e mecenas da Festa do Cinema Francês através da Fundação Claude&Sofia Marion. Os seus romances constituem um hino às mulheres, sempre fortes e corajosas nas suas fraquezas e nas suas contradições, verdadeiras e solidárias nas suas escolhas e na solidão, humildes, livres e generosas face ao destino que lhes é reservado demasiadas vezes.

 

SIMONE - A VIAGEM DO SÉCULO + Debate

Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira, Lisboa

SEXTA, 28 OUT — 19h

[bilhetes]